Glossário Apícula

Apicultura: A apicultura, consiste na produção de abelhas de mel para explorar os produtos da colmeia. O apicultor deve procurar instalar as suas colmeias num local aprazível com flora melífera próxima e acompanhar o seu desenvolvimento para colectar uma parte significativa dos seus produtos: mel, pólen, cera, geleia real e própolis. Prática dos povos de todos os continentes, esta actividade difere de acordo com a variedade de abelhas, o clima e o nível de desenvolvimento económico. É uma actividade em que se mesclam as metodologias ancestrais – como a aplicação do fumo – e os métodos modernos como a inseminação artificial ou o estudo do trajecto das abelhas com equipamentos de radar.

 Criação: Designa-se por criação o conjunto de ovos, larvas e ninfas armazenadas num quadro.

Flora melífera: Flora melífera é a designação das plantas produtoras de substâncias usadas pelos insectos e aves para produzirem mel. Muitas plantas são melíferas, mas apenas uma parte pode ser explorada pelas abelhas domésticas devido à sua morfologia (corpo, língua, etc.). A apicultura classifica uma planta de melífera quando ela é explorada pela abelha produtora de mel.

Fumigador: Fumigador é um aparelho específico da apicultura que produz fumo para criar nas abelhas a ilusão da proximidade de um incêndio, durante o tempo necessário à intervenção do apicultor. Perante o sinal de perigo as abelhas armazenam no seu corpo o máximo de mel possível, para aprovisionamento em caso de necessidade de fuga e abandono da colmeia. Carregadas de mel as abelhas não conseguem espetar o seu ferrão, pelo que a sua agressividade diminui.

 Mel: O mel é a substância açucarada, de cor dourada, produzida pelas abelhas de mel a partir do néctar ou da melada e que elas armazenam nos favos. É esta substância que serve de alimento ás abelhas ao longo do ano, especialmente nos períodos climáticos desfavoráveis. O mel também é consumido por outros animais, especialmente o Homem que organiza a sua produção ajudando as abelhas designadas de “domésticas” com favos artificiais e colmeias racionais.

Opérculo: Na apicultura, opérculo é a designação da película de cera que as abelhas utilizam para fechar os alvéolos cheios de mel.

Própolis: O própolis é um material recolhido pelas abelhas a partir de determinados vegetais. Esta resina vegetal é utilizada pelas abelhas para tapar as fissuras existentes na colmeia e como desinfectante. É colectada pelo Homem pelas suas propriedades terapêuticas.A origem do termo própolis está associado ao grego pro que significa “detrás e à frente de” e polis “a cidade” em alusão à redução de “entradas” na colmeia com própolis, para defender a colónia.

 Varroa destructor: A varroa é um ácaro parasita da abelha adulta, larvas e ninfas. É originária do sudoeste da Ásia onde vive numa espécie de abelhas resistente aos seus ataques, contrariamente ao que se passa com a abelha doméstica europeia apis mellifera. Este parasita provoca perdas económicas muito importantes na apicultura e é uma das causas da diminuição das abelhas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s